quarta-feira, 30 de abril de 2008

Relato do parto. Longooooooooooooo mas feliz

Foto da Barriga, tirada na madrugada de dia 22 Abril a seguir ao banho e mesmo antes de ir para o hospital

Eu e maridão na maior na sala de parto (embora eu esteja com uma carinha muito ruim)

Primeiro Leitinho da princesa Lu, ainda no corredor do bloco de parto


As duas princesas Gabi e Lu, a dupla dinâmica GABILU. AMOOOOO!



Hoje vou tentar postar o parto.
Antes de mais vou corrigir um pequeno erro. O maridão postou no dia 23 a noticia do nascimento da nossa princesa Lu mas na realidade a Lu já tinha nascido no dia 22 mas, como ele chegou muito tarde a casa nesse dia, só postou no dia seguinte e esqueceu de referir a data.
Então foi assim.
Estava eu a dormir tranquilamente, eram 6 h da manhã de dia 22 (terça-Feira passada) quando senti um liquido quente a sair. Ainda fiquei uns segundos a digerir a sensação porque estava ferradissima a dormir e não percebia mas depois atingiu-me como um raio. Afinal esperava aquele momento há dias. Só que cada vez que me tentava mexer, sentia sair mais. Com muita calma, chamei o marido e disse bem baixinho e devagarinho para não assustar: "amor, acho que me rebentaram as águas". Imediatamente saltou com um ar esbugalhado e perguntou se eu tinha a certeza. Cada vez que me lembro daquele olhar, sinto o meu amor por ele maior e maior. Bem, lá meteu a mão por cima do meu pijama e confirmou que sim, estava tudo molhado. Ajudou-me a levantar e fui para a banheira. Estava super calma e muito feliz porque finalmente havia chegado a hora. Maridão foi acordar os rapazes, um para me levar ao Hospital e outro para ficar com a minha Gabi. Eu no banho, não conseguia sair porque só sentia (e via) aquele liquido a escorrer pelas pernas. Já para não falar no tampão mucoso que saiu à farta junto com o liquido.
Bem, com todos preparados e exames debaixo do braço e muitas idas ao WC por parte do maridão (hehehehehehehe) lá fomos nós rumo às urgências. Antes de sair ainda tive tempo de vir postar e mandar SMS às pessoas mais próximas. Chegados lá, esperei e esperei e esperei. As contracções começaram a apertar ali mesmo e eu a andar de um lado para o outro que era assim que estava bem. Entretanto chamaram-me lá para dentro onde me fizeram o toque. Deu dois dedos de dilatação e nadaaaaaa de sinais grandes para eles. mesmo assim puseram-me a fazer o CTG. Depois de se verem algumas contracções (e eu já estava mesmo aflita cada vez que vinha uma) não consideraram nada de especial. mandaram-me andar um pouco nos corredores e lá fui eu, andar de um lado para o outro com um monte de gente que olhava para mim hehehehehe. Ainda fomos todos tomar o pequeno almoço no bar do hospital ao que eu só bebi uma água. Quando cheguei lá a cima, já me tinha chamado para entrar. Bem, aí fui vista pelo médico que já me deu 3 dedos de dilatação. Colocou o espectro (acho que é assim que se diz) e disse que era muito estranho eu ter perdido água porque não estava a sair água nenhuma e quando a bolsa rompe, devia sair bastante água no exame que ele estava a fazer. Perguntou-me várias vezes se eu tinha a certeza. meu Deus... se aquele monte de liquido que escorreu pelas pernas a baixo a olhos vistos não era água... então nem sei o que era. Ainda bem que maridão viu, porque se não ia achar estar doidinha!. Mandou-me outra vez para o CTG, onde se registam contracções fortes mas um pouco irregulares ainda. Volto para as mãos do médico e de uma médica, novo toque e ecografia para ver a perda de liquido e nada de perda segundo eles. Colocou-me um penso especial para detectar a perda de liquido mas, nem eles sabiam bem como funcionava porque estiveram a ler as instruções à minha frente hehehehehe. Mandaram-me andar mais um pouco. Entretanto apareceu o meu pai que não saiu mais de lá até ver a Lu. Bem, ao fim de um bocado mandam-me voltar e entregar o tal penso que deu negativo para liquido?????? e manda-me para casa e voltar às 13:00 para a consulta marcada. Lá viemos nós os dois com o meu pai. Maridão descansou um pouco, meu pai agarrou-se ao computador e eu andei a ajeitar umas coisas e a andar de um lado para o outro porque, cada vez que vinha uma contracção... ufa...! Estava a lavar a louçinha quando apareceu a minha irmã. Volta tudo para o hospital. Ao fim de uma hora à espera, lá fui chamada. Fiz o CTG, onde se verificaram contracções mais regulares e fortes mas... ninguém achava nada de especial porque ainda não estavam regulares o suficiente. A enfermeira manda-me à médica (desta vez já com o maridão atrás de mim) que me fez um toque em que me disse que ia fazer uma maldade (uiiiiiiii) e já me deu 4 para 5 dedos de dilatação e telefonou para as urgências a dizer que me ia mandar para lá.
Quando lá cheguei, ficou tudo muito surpreso por me ver (???????) A enfermeira fez-me o toque e ficou toda danada com a médica da consulta porque só me dava 2 dedos. Ai quis passar-me com medo de me mandarem para casa de novo. Como é que eu ia saber quando voltar???? chamou o médico que me fez também o toque e me deu 3 dedos. Mandaram-me novamente para o CTG e depois o médico fez novo toque; 3 para 4 dedos. Aleluia! Entretanto mandaram-me vestir aquelas batas lindaaaas do hospital e entregar o tal do saquinho branco com as roupas ao maridão. Aí foi a choradeira com a minha irmã hehehehe. Tirei todos os meus piercings com ajuda do meu marido e rezei para os buracos não fecharem. Levei epidural quaseeeeeeeee que por favor por causa da tattoo nas costas e mandaram entrar o Maridão. Ali as horas foram passando entre contracções bastante dolorosas mas suportáveis (sim, mesmo com epidural que ajudou bastante, ainda tinha dores) entre conversas com o maridão, entre um monte de vira para lá e vira para cá da enfermeira, entre muitos e muitos toques. Tudo ia progredindo, a dilatação ia aumentando. Tudo menos Dona Lu que continuava muito subida, não havia maneira de descer. Até que, estava já eu com a dilatação completa, e na boa (heheheheh) veio a médica que fez um toque, mandou um outro médico estagiário fazê-lo também e pelo que percebi dos termos que usaram, a menina estava mal encaixada e nunca ia descer. Saiu da sala com a ordem de eu me deitar de lado e sempre que viesse uma contracção, fizesse força. Assim fiz, com ajuda do maridão a controlar o CTG, sempre que elas vinhas fazia força. De repente entra tudo (médica, estagiários, enfermeiros, enfim... um monte) mais dois toques, manda buscar o ecografo, confirma o tal diagnóstico, já manda o pai sair da sala, já abre os ferros, e de repente meu Deus... parecia que me estavam a matar, perdi o controlo da situação, ninguém me explicou e só gritavam comigo, faça força, não feche as pernas, não grite, sei lá.... e eu gritava, meu Deus como gritava mas fazia força, só queria a minha menina cá fora. Até que o enfermeiro Bruno veio para o meu lado e começou a dar voz de comando como tínhamos combinado antes de tudo começar. Com muita calma pediu para eu não fechar as pernas, para fazer força, para me concentrar, para não gritar. E eles diziam, olhe a sua menina; eu espreitava e nada; até que... milagre, colocaram ela em cima de mim. Foi a primeira visão que tive dela, as perninhas, o bum bum e o pipi. Que emoção indiscritivel. Sol de pouca dura. Logo ma tiraram e levaram a correr. Não lhe vi o rosto, se tinha ou não cabelo, nada. Mandaram entrar o maridão que esteve ao meu lado enquanto me coziam com a placenta ali plantada mesmo à frente. perguntei-lhe se não lhe fazia impressão e ele disse que não e comentamos que foi ali que a nossa menina viveu durante 9 meses. Depois veio o pânico do passado. É que, no parto da Gabi, o que mais me custou foi ser cozida, porque senti tudo e com muita dor. Parece que me caiu esse pavor em cima com a Lu. A médica anestesiou de novo, fez de tudo mas eu estava cheia de medo, as minhas pernas tremiam descontroladamente e fazia muita força para as fechar. Só ao fim de um bocado de ela ralhar carinhosamente comigo, é que começou e vi que não sentia nada (ufa, que alivio hehehehe) e lá me acalmei um pouco embora não conseguisse controlar a tremedeira da perna. A toda a hora eu e maridão perguntávamos da nossa menina e só nos diziam que estava bem, mas que estavam cheios de trabalho e não a podiam trazer já, já.
Quando a costura acabou, mandaram-me para o corredor e a ele lá para fora. Bem, sei que fui admitida nas urgências eram 15:11, entrei para o bloco de partos por volta das 16:00 e eram 20:34 quando a nossa menina veio ao mundo com 3800kg e foi paixão fulminante até aos dias de hoje. Só nos deixaram ver a menina por volta das 22:00 mas com brinde. puseram-me ao pé da porta depois de a colocar deitada ao meu lado e mandaram entrar a família toda (maridão, meu pai, minha irmã, meu cunhado e meu sobrinho) hehehehehe. Acho que já estavam fartos de aturar a escandaleira que eles estavam a fazer lá fora por não deixarem ninguém ver a menina, nem o próprio pai.
Bem, por agora chega, já vos macei muito. Um dia faço mais considerações sobre o parto. Só queria deixar a ideia que, para uns doí mais que para outros mas, que vale a pena... vale sim! É um amor maior... um amor maior que tudo !!!!!! Estou muito feliz e nem os pontos nem nada me fazem sentir o contrário.
Obrigada a todas porque acreditem ou não, foram um grande apoio para mim. Desde as 6 da manhã em que me rebentaram as águas até ao período expulsivo, pensava muito e com muita frequência nas mamãs blogueiras e no quanto elas iam ficar felizes por este dia e isso dava-me força..
Beijooooooooooooooooooooooo

15 comentários:

Bruna Wildisen disse...

Oi querida. Estou aqui lendo o seu relato. E estou comentando com meu marido como vai ser na minha vez. Ele so disse quando for sera kkkkkkkk. Os homens ñ entendem de dor kkkkk. Mas importante que os maridos e a familia esteja sempre do lado nos apoiando. Agora vc pode comemorar com toda familia reunida a nova membra da familia. A Lu e linda a sua outra filha tmb e linda. Tem os olhos lindos. Parabens mais uma vez pela bela familia. küss

Elanne disse...

Que lindo seu relato do parto , Mais uma vez parabens a Lú é linda e que bom que esta mamando bem !!
Beijos!!!

**Valquíria** disse...

Amiga, li tudinho seu relato e o mais importante é que você recebeu todo o apoio de seus familiares e que a Lu veio à este mundo cheio de saúde e linda!!!Parabéns curta sua benção agora...beijocas!!!

Carla M disse...

Querida amiga!
Muitos parabéns. As tuas filhas são lindas! Estou muito emocionada com o relato do teu parto. Foi muito bonito ler o nascimento da Lu. Muitos abraços para todos! Agora vou por o meu a dormir. beijos!

Paula disse...

Que grande aventura. Ainda bem que correu tudo bem. A Lu é linda linda.
beijo

milah disse...

Parabéns de novo!!! Fico feliz só de imaginar a emoção do nascimento da linda Lu! Muitas felicidades!!!

simone disse...

Oi amiga :o) O essencial é que a Lu nasceu bem e saudável e tu levaste tudo muito bem apesar das dores.
E como estás dos pontos? Espero que estejam a sarar bem e rapido! E os buracos dos piercings fecharam? Espero que não!
Beijocas gds para todos, bom fim de semana

Carla disse...

Por acaso não estavamos a fazer escandaleira nenhuma... o Theo estava calado e só dizia que se não o deixassem ver a filha começava a partir coisas (o que é normal), eu estava ao lado dele e pouco falava a não ser para acalmar o meu pai, o Fred e o Pedro foram dar uma volta pelo hospital até que o segurança os apanhou e o meu pai é que queria tocar mais umas 30 vezes à campainha mas nem eu nem o Theo o deixamos.... mas a choradeira e gritaria não eramos nós, era uma senhora que a filha tinha espetado um lapis no olho e ia ser operada... nós não gritamos, não fizemos confusão, nem nada... recusamos a sair dali sem ver o bebé... mas não houve qualquer escandalo.
Tu é que estavas à espera que houvesse! Nós portamo-nos bem!
Ahh e só chorei um pouco... mal se deu por isso até porque me afastei para o fazer!

http://meuprimeirofilho.spaces.live.com disse...

Oi, Querida
lendo seu relato, lembrei do meu parto...muito parecido, essas meninas !!!, olha...depois de 5 meses, nem lembro mais a dor que senti, e jurei, que nunca mais teria outro filho...hahahaha
A Lu tá linda, esses primeiros meses são mesmo dificeis, mas essas menininhas nos trazem tantas alegrias
Felicidades
Bjos

Susana disse...

Olá!!! Que boa noticia! Sua princesa já está nos seus braços :D e é uma beleza! Feliz Dia da Mãe amiga. Beijinhos, Susana

Nita disse...

Mais uma vez muitos parabéns! Adorei a foto das manas juntas!Tens 2 filhotas lindas lindas!

Beijinhos grandes ***

http://meuprimeirofilho.spaces.live.com disse...

Oi, Querida
não tem o que agradecer...
Espero que vc tenha tido um lindo Dia das Mães
Bjos

Time disse...

Amiga, que bom que tudo correu bem, como eu te compreendo como o parto é um momento especial. Cuida bem das tuas princesas e descansa quando puderes, também faz falta. Beijocas boas para as 3 grandes mulheres.

Mamãe Raquel disse...

Oie Meninas...

Passei pra desejar uma linda semana e um Feliz Dia Das Mães

bjs meu e do Rafinha

A mamã disse...

é impossivel ler um parto sem chorar ..e este mini-videio ..ai estas horas aiaiaia
mas ela é um sonho de menina
bjinhos
paula